OFICINA DE INTEGRAÇÃO DAS AÇÕES PARA ABORDAGEM AOS CASOS DE AUTOMUTILAÇÃO E SUICÍDIO NO MUNICÍPIO DE JAGUARÉ-ES

OFICINA DE INTEGRAÇÃO DAS AÇÕES PARA ABORDAGEM AOS CASOS DE AUTOMUTILAÇÃO E SUICÍDIO NO MUNICÍPIO DE JAGUARÉ-ES

 

 Falar é inevitável, conhecer é necessário e abordar é urgente.

DATA: 17/09/2019

LOCAL: CENTRO DE REFERÊNCIA  ESPECIALIZADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL-CREAS

 

APRESENTAÇÃO

O seminário tem como base “Falar sobre Vida Prevenção ao Suicídio”,

A programação ainda conta  discutir sobre Possibilidades de Superação ao Suicídio

“É importante levar o debate sobre suicídio e automutilação , pois muitos jovens estão em situação de conflito e provavelmente o pai, a mãe e os amigos não sabem e só descobrirão quando for tarde demais”.  Falar nesse tema reflete na falta de debate que tem sobre suicídio. É importante abordar esse tema em duas perspectivas, um na linha da saúde pública, saúde mental, referente ao debate da patologia, e também na perspectiva social. O suicídio não é uma simples relação na questão da depressão, tem relação diretamente com o desenvolvimento social do município, do território, do estado, do país, do momento político que o pais vive, tudo isso tem relação,  a taxa de suicídio aumenta coincidentemente com o aumento das crises políticas econômicas e financeiras. O que isso significa? Significa que a relação social tem implicação direta no suicídio, e não é só uma relação da saúde. É importante refletirmos: Qual o papel social do suicídio, no sentido das implicações sociais?

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde (MS) mostram que o índice de suicídios cresceu entre 2011 e 2015 no Brasil. Segundo o Ministério, essa é a quarta maior causa de mortes entre jovens de 15 a 29 anos. Em 2011, foram 10.490 mortes: 5,3 a cada 100 mil habitantes. Já em 2015 o número chegou a 11.736: 5,7 a cada 100 mil, segundo dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM).

Um problema subestimado, fatores de proteção, como se deve manejar os estudantes sob risco de suicídio, fatores e situações de risco, quadro de sofrimento mental de pós-graduandos, o papel do pedagogo orientador educacional, valorização da vida, diálogo, sentido da vida e relatos de vida serão  temas abordados no seminário.

Recentemente, foi aprovado a Lei n° 13.819, de 26 de Abril de 2019 de Lei que obriga hospitais, clínicas, postos de saúde e escolas a notificarem as autoridades sanitárias as tentativas de suicídio e os casos de automutilação. Os episódios envolvendo crianças e adolescentes menores de idade também devem ser comunicados ao Conselho Tutelar. Entre os objetivos da Política Nacional, estão: a promoção da saúde mental, a prevenção da violência autoprovocada, a garantia do acesso à atenção psicossocial às pessoas em sofrimento emocional, em especial para aquelas com histórico de comportamento suicida, assim como para os familiares. O projeto ainda prevê a capacitação constante de profissionais e gestores de saúde para lidar com o assunto e a disponibilização de informações para a sociedade sobre o problema de saúde pública.

PÚBLICO ALVO

 

 Estudantes, ONGS, serviços de atenção à criança e ao adolescente, instituições públicas, educadores, Sociedade Civil, profissionais da Assistência, Educação e Saúde, Conselheiros Tutelares.

INSCRIÇÕES

No CREAS- Centro de Referência Especializado de Assistência Social,

a partir do dia 05/09/2019

ou através do email: creas@jaguare.es.gov.br

Tel. 027-3769-2064

WhatsApp- 027-99941-9066

VAGAS LIMITADAS

Representantes-Institucionais: 
- prioridade para toda e qualquer entidade ligada com a questão de crianças e adolescentes – poder público (executivo, legislativo, judiciário); área de saúde, área de assistência social, área de educação – direção / coordenação pedagógica / professor, área da segurança pública, ongs, serviços de atendimento à crianças e adolescentes, conselhos tutelares;

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

 

OFICINA DE INTEGRAÇÃO DAS AÇÕES PARA ABORDAGEM AOS CASOS DE AUTOMUTILAÇÃO E SUICÍDIO NO MUNICÍPIO DE JAGUARÉ-ES

 

 

8h as 8h30 – credenciamento / café da manhã

8h30 as 8h50min – Mesa de Abertura

Tema Central: Integralidade e Intersetorialidade Como Princípios Fundamentais na Prevenção e Cuidado às Pessoas em Sofrimento Psíquico em Risco de Violência Autoprovocada.

 

8h50min as 9h30m – 1ª Palestra Sub-Tema: Qual o Papel Social do Suicìdio, nas Implicações Sociais? Palestrante: Thauan Pastrello - Mestre em Serviço Social, Docente da ESESP- Escola de Serviços Públicos do Espírito Santo

 

9h30m as 10h10min -2ª Palestra – Como as Escolas Podem Atuar na Prevenção do Suicídio?  Palestrante: Júlio Magno Horta – Psicólogo com Mestrado em Educação.

 

10h10m as 10h50min -3ª Palestra – Integralidade e Intersetorialidade Como Princípios Fundamentais na Prevenção e Cuidado às Pessoas em Sofrimento Psíquico em Risco de Violência Autoprovocada – Palestrante: Rayanne Suim Francisco – Psicóloga, Mestre em Psicologia Intitucional (UFES), doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social da Universidade do Estado do RJ e Especialista em Arteterapia e Processos de Ctiação pela Universidade Veiga de Almeida –RJ, Professora de Psicologia na Faculdade Norte Capixaba de São Mateus- MULTIVIX e Servidora da Secretaria de Estado da Saúde.

 

10h50min as 11h10min -Apresentação do CVV- Centro de Valorização da Vida do Município de Linhares-ES

 

  1. 11h10m as 11h30m – Debate
  2. aberto para perguntas
  3. Coordenador (a) de Mesa:  CAROLINA FONSECA DADALTO
  4. 12h – Intervalo Para Almoço
  5. 13h – Trabalho em Grupo

14h30min – Plenária de apresentação, e escolha das propostas.

15h30min – Apresentação do Trabalho do CAPS – Drº Karistem Soares Martins – Médico Psiquiatra.

16h – Encerramento e COFFEE BREACK

 

 

LOCAL DE REALIZAÇÃO

Auditório do CREAS

Rua Marilândia, 181 Novo Horizonte

Ponto de Referência: Ao lado da Secretaria de Educação

 

PROMOÇÃO:

Secretaria Municipal de Assistência Social, Cidadania e Segurança Pública

Secretaria Municipal de Educação

Secretaria Municipal de Saúde

Data de Publicação: quinta-feira, 05 de setembro de 2019

ACOMPANHE A PREFEITURA

Horário de Atendimento

O funcionamento da Prefeitura Municipal de Jaguaré é Segunda a Sexta 08:00 às 11:00 e 12:30 ás 17:00

Fale Conosco

Telefone: (27) 3769-2900 e (27) 99785-2389
E-mail: ouvidoria@jaguare.es.gov.br

Endereço

Av. 09 de Agosto, n° 2326,
Centro - Jaguaré/ES - CEP: 29950-000